Segunda à Sexta

8H às 19H

+55 11 3667 1494

contato@clinicachronos.com

R Dr Alfredo de Castro 200 cj 1805

Condomínio Edifício Trademark Pacaembú/SP

Seguir

Agende

 

Lipoaspiração

Lipoaspiração

Contorno Corporal

Lipoaspiração é o nome dado a uma técnica que consiste em retirar o excesso de gordura através de um aparelho de sucção ou seringas. Por sua vez, a lipoescultura consiste em utilizar a própria gordura retirada para modelar partes do corpo ou preencher depressões.

Ambas são procedimentos que podem ser realizados isoladamente ou associados com outras intervenções, tais como as plásticas totais ou parciais de abdome ou de face. A técnica de lipoaspiração é consagrada dentro do arsenal da cirurgia plástica, com indicações precisas para correção do contorno corporal em relação à distribuição do tecido adiposo subcutâneo.

A cirurgia de lipoaspiração não tem indicação para emagrecimento.

Tipo de anestesias

Geralmente a cirurgia de lipoaspiração é realizada sob anestesia peridural com sedação, mas pode ser feita com anestesia local e sedação ou até mesmo sob anestesia geral conforme o caso necessitar. A técnica a ser ministrada é esclarecida ao(à) paciente.

Tempo de duração

Depende da extensão da lipoaspiração, variando entre 30 minutos à 2h 30 min.

Período de internação

De 6 à 12 horas dependendo do tipo de anestesia utilizado e do volume aspirado, muito raramente 24 horas quando a quantidade retirada ficou próxima ao limite autorizado pela resolução do CFM.

Evolução pós-operatória

É variável de pessoa para pessoa, mas, em média, no caso de uma grande lipo, em torno de 10 dias, nos casos menores varia de 3 a 5 dias. A partir daí o(a) paciente começa a ter condições para trabalhar, ainda que com restrições.

Cicatrizes

As cicatrizes deixadas pela lipoaspiração são muito discretas, são em número variado, normalmente com cerca de 1 cm de extensão e colocadas em locais muito pouco aparentes, como dentro do umbigo, do sulco mamário, nas laterais dentro da marca do biquíni, etc., e normalmente sua presença não incomoda as pacientes.

Curativos e modeladores

Os curativos são realizados com fitas autoadesivas que ficam diretamente sobre as incisões e que são trocadas a cada 4 dias, sendo que a paciente pode molhar esse curativo durante o banho e após, secar suavemente com uma toalha ou secador morno.

O uso do modelador é obrigatório e deve ser ininterrupto por 45 dias, assim como o uso da placa maleável embaixo do modelador – que é usada por 20 dias – essa peças só são retiradas durante o banho e dispensadas após ordem expressa do seu cirurgião, o que pode ocorrer mesmo antes do período acima mencionado.

Complicações possíveis

Cada organismo reage de maneira diferente. Assim, na totalidade de pacientes há aqueles(as) que atingem um resultado ideal, enquanto outros(as) podem apresentar resultados negativos, em maiores ou menores proporções, independentemente do trabalho médico ter sido feito com o maior zelo, perícia e cautela. Entre esses resultados negativos que, felizmente, são raros, o(a) paciente pode apresentar:

• Irregularidades na superfície lipoaspirada

• Necrose de pele, por deficiência circulatória (sendo o tabagismo sua maior causa)

• Embolia pulmonar gordurosa (raríssima)

• Perfuração de vísceras (raríssima)

• Flacidez de pele na região lipoaspirada

• Infecção

• Deiscência de pontos – abertura dos pontos realizados

• Trombose venosa – coagulação do sangue dentro das veias

• Complicações anestésicas – conforme o tipo de anestesia realizada – podendo acontecer alergia a medicamentos(choque anafilático), hipertermia maligna, cefaleia (dor de cabeca) pós peridural, etc..

• Complicações estéticas: cada pessoa tem um tipo de cicatrização e são exemplos de complicações estéticas o aparecimento de quelóides, hipercromia de cicatrizes (escurecimento das cicatrizes), irregularidades da área operada, etc.

Recomendações pré-operatórias

• Comunicar até 2 dias antes da cirurgia, qualquer ocorrência, tal como gripe, indisposição, febre, período menstrual, etc.

• Internar-se no hospital/clínica, obedecendo ao horário indicado na guia.

• Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico (o que inclui também os diuréticos).

• Evitar bebidas alcoólicas ou refeições fartas na véspera da cirurgia.

• Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros por um período aproximado de 2 semanas.

Recomendações pós-operatórias

• Normalmente o paciente pode voltar ao trabalho em torno de 3 a 4 dias após a cirurgia em casos de lipoaspirações pequenas e médias, sendo que de 7 a 10 dias em caso de cirurgias grandes.

• Os primeiros dias são bastante doloridos principalmente quando a paciente se movimenta e quando ela toca o local operado, quando em repouso o desconforto é mínimo.

• Nos casos de lipoaspirações grandes, a paciente se sente bastante desanimada nos primeiros dias, como se estivesse se recuperando de uma gripe muito forte, é por isso que nessa fase a alimentação deve ser normal e sem restrições.

• Após esses primeiros dias, o inchaço já está estabilizado e começa a diminuir e a paciente já começa a se sentir melhor e mais animada.

Cuidado especial

As regiões que receberam enxerto de gordura merecem um cuidado especial, não devendo haver pressão nesses locais pelo período de 15 dias para evitar a reabsorção da gordura enxertada. Quando esse tipo de enxerto se fizer na face lateral dos glúteos, o(a) paciente não poderá deitar-se de lado, evitando, assim, a compressão prejudicial nas regiões enxertadas.

Dor

A lipoaspiração é considerada uma das mais incômodas cirurgias plásticas e isso se deve ao fato de ser manipulada uma grande área do corpo; todavia, a sensação dolorosa que existe quando o(a) paciente se movimenta, costuma não ocorrer quando ele(a) está em repouso. Seu controle se faz através do uso de analgésicos.

Resultado final

O resultado final de uma lipo costuma ser melhor avaliado e visível após o 90º dia, idealmente, a avaliação final deve ser feita após 180 dias, podendo este esse tempo variar de paciente para paciente.

Retoque

Toda cirurgia plástica traz em si a oportunidade do retoque, pois o cirurgião previdente nunca retira (ou coloca) nada em excesso, já que é preferível fazer um retoque do que ter que fazer um enxerto. Na lipo a possibilidade de um retoque é freqüente, devido ao fato da cirurgia ser realizada com o(a) paciente deitado(a) e no momento em que este(a) se põe de pé, a região lipoaspirada pode apresentar mudanças. A avaliação da necessidade de retoque é feita entre 4 e 6 meses da cirurgia.

Lembrete importante:

Toda cirurgia envolve risco e toda intervenção com finalidades tanto estéticas quanto reparadoras pode necessitar retoques.

administrator